Seguro Automóvel para carros clássicos

Se tem estacionado na garagem um carro clássico por não estar vinculado a um Seguro Automóvel, é tempo de o desempoeirar! Há no mercado soluções de Seguro adequadas ao seu caso e nós ajudamo-lo a procurá-las.

Os condutores proprietários de carros clássicos, ou antigos, que utilizem apenas para passeio ou em ocasiões de laser, podem encontrar Seguros Automóveis mais baratos, adequados a esta peculiar condição.

Antes de mais, é conveniente definir o que é um carro clássico, à luz dos critérios das companhias de seguros. Um veículo só preenche este requisito se tiver 25 anos, ou mais, e o certificado de “automóvel clássico” que é emitido pelo Automóvel Clube de Portugal (ACP) ou pelo Museu do Caramulo (MC).

O primeiro passo para fazer o Seguro do seu automóvel clássico será esse, o de o certificar como tal. E depois, é só buscar entre as ofertas das seguradoras a que melhor lhe serve. Na verdade, o mercado não é muito alargado, no que concerne a produtos neste âmbito. As chamadas companhias de seguros Low Cost (as que funcionam unicamente via Internet e pelo telefone) não estão muito disponíveis para este tipo de casos e, mesmo nas tradicionais, nem todas oferecem apólices neste campo.

Entre os Seguros existentes para carros clássicos, a maioria destina-se apenas a carros de exposição – se tiver um acidente, terá que provar que se deslocava para uma demonstração ou um qualquer evento relacionado com carros antigos. Além disso, geralmente há a obrigação de subscrição do Seguro para o carro do dia-a-dia.

Será conveniente olhar para todas as possibilidades demorada e aturadamente, avaliando se servem o seu caso. Os preços poderão ser bastante acessíveis, mas terá que avaliar se a cobertura oferecida se adequará ao uso que quer fazer do seu carro clássico.

Há ainda a solução oferecida pelo Automóvel Clube de Portugal (ACP) que disponibiliza aos seus sócios um Seguro para Carros Clássicos. A oferta cobre a Responsabilidade Civil, que é obrigatória por lei, e os Danos Próprios (para veículos valorizados entre 15 mil e 75 mil euros). Convém frisar que estes Seguros se destinam apenas a veículos e motos de colecção que percorram, anualmente, menos de 5.000 quilómetros.

Os valores a pagar, no capítulo da Responsabilidade Civil, podem oscilar entre os 25 e os 40 euros para carros com mais de 25 anos, coleccionáveis e em bom estado de conservação, que não sejam conduzidos regularmente. No caso de carros entre os 15 e os 25 anos, com interesse de colecção e bem cuidados, não sendo de uso diário, o valor a pagar será da ordem dos 50 euros. É pertinente referir que a estes valores podem acrescer a Assistência em Viagem (um valor irrisório) e há ainda um ligeiro aumento em função da idade do condutor.
Se está interessado em subscrever o Seguro para Carros Clássicos do ACP, e já tem o seu certificado de “automóvel clássico” passado pelo ACP, a subscrição procede-se de imediato, assim o queira. Se ainda não tiver o devido certificado, é preciso que o veículo seja aprovado como clássico pelo ACP. Nesse sentido, terá que apresentar uma série de documentos.

Além da apresentação dos documentos do carro clássico (Livrete, registo de propriedade ou Documento Único, Inspecção Periódica Válida), terá que demonstrar que utiliza outro carro no seu dia-a-dia e será necessário, então, apresentar os documentos deste carro (livrete, registo de propriedade ou Documento Único). O ACP também lhe vai solicitar fotografias do seu clássico, preferencialmente tiradas durante o dia e no exterior, para permitirem uma visibilidade mais apurada da viatura.

Importa notar que não precisa de ser sócio do ACP no momento em que solicita a certificação de uma viatura como clássica. Pode efectuar a adesão ao ACP no momento em que subscrever o Seguro, depois de ver aprovado o seu automóvel clássico.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>